Passado o período duro, finalmente chega um dia de comemoração: o de um herdeiro dos de Sá Ribeiro. Mas é claro que Encarnação (Selma Egrei), a amargurada matriarca da família, daria um jeito de estragar tudo.
Assim que descobre que a nora está entrando em trabalho de parto, o Saruezinho corre para casa e dá de cara com a mãe. Indiferente, ela diz ao filho que não sabe qual o estado de saúde de Leonor, já que a menina não a quis dentro do quarto.
Ele, então, sai em direção à esposa, e a viúva diz para si: "Não sei para que tanto desespero, se esse filho nem dele é!".
Momentos mais tarde, Afrânio aguarda o nascimento da criança na sala de estar, mas permanece inquieto, andando de um lado para outro.
Encarnação não entende o porquê de tanto desespero, e o rapaz explica: "É a primeira mulher a parir um filho meu".
É a deixa para que a toda-poderosa solte seu veneno. "Você tem certeza disso? Vocês se casaram tem sete meses, Afrânio... Sete! Ou aconteceu algum milagre ou...", ela começa, mas é interrompida por Doninha (Barbara Reis), que exclama: "A criança tá nascendo antes do tempo!".
Fonte: MSN
Postado por: Pulla Neves